Passo a passo: contrate funcionários eficientes para sua empresa

Em seus anos de varejo, você já teve experiências ruins com seus colaboradores, certo? Da mesma forma, houve aqueles que atenderam ou até mesmo superaram as expectativas. Esperamos que sim! E o que determina o sucesso ou o fracasso de uma contratação? Será que podemos confiar apenas na sorte? Certamente, não. Escolher as pessoas ideais para sua loja de material de construção vai além de selecionar bons currículos. O fato é que existem ações objetivas para contratar um funcionário capacitado, e neste post você conhecerá algumas delas.

Bons colaboradores são uns dos fundamentos de qualquer empresa sólida. Portanto, siga nossas dicas e forme um time campeão!

1. Divulgue corretamente a vaga

O que você espera do seu futuro funcionário? Se você deseja contratar um vendedor para sua loja de materiais de construção, nada mais justo que divulgar corretamente a vaga, informando quais são as habilidades necessárias, qualidades desejadas, tempo de experiência no cargo, além de outros dados que o ajudem a recrutar os melhores funcionários.

Nesse momento, ser específico é de extrema importância para encontrar bons candidatos e, de quebra, eliminar pessoas que não fazem parte do perfil da sua loja. Com isso, escolha bem os veículos em que serão divulgados a vaga e não se esqueça de colocar todas as informações necessárias. Caso desejar, você também pode esclarecer o horário de trabalho, remuneração, entre outros requisitos de interesse.

2. Monte um processo seletivo eficiente

Encontrar um bom funcionário depende exclusivamente do processo de seleção. Quando bem montado, ele permite avaliar profundamente cada candidato, mostrando quais são suas reais competências e como elas podem ser aproveitadas dentro da sua loja de material de construção.

De acordo com departamentos de Recursos Humanos, um bom processo seletivo pode ser separado por etapas, cada uma delas analisando um aspecto específico dos interessados à vaga oferecida.

Inicialmente, como de costume, você pode selecionar os currículos e fazer uma entrevista em grupo, inserindo algumas atividades e testes que revelam as capacidades de cada um, e finalizando com uma entrevista (ou um bate-papo mais informal) individual.

Lembre-se que existem empresas especializadas nesse tipo de trabalho que, em função disso também podem ajudar sua empresa a planejar corretamente o seu processo de seleção, agilizando cada um dos procedimentos e apresentando resultados mais vantajosos e satisfatórios.

3. Analise cada currículo com precisão

O currículo, sem sombra de dúvidas, é o primeiro contato que sua loja terá com o candidato, uma vez que, por meio desse documento, o candidato poderá resumir seu perfil, sua trajetória e suas qualidades. O currículo permite obter aquela primeira impressão, seja ela boa ou ruim.

Se a estética do currículo não agradar, por exemplo, isso já mostra que o candidato não tem muito cuidado com a elaboração das informações. Às vezes o CV é extenso demais, e não foca no essencial. Isso também não é um bom sinal.

É interessante avaliar todo o histórico dos candidatos, incluindo suas experiências no mercado de trabalho, período em cada empresa, cursos realizados e formação profissional.

Entretanto, é impossível contratar funcionários apenas olhando um simples pedaço de papel, você concorda? Por isso, checar se todas as informações são verdadeiras, pedir referências e diplomas são hábitos que podem fazer toda a diferença no processo seletivo.

4. Leve em consideração a inteligência emocional dos candidatos

Em qualquer tipo de trabalho, seja ele de vendedor, entregador, caixa, empacotador etc., existem situações que exigem uma estrutura emocional bem trabalhada. Isso significa que as competências emocionais também precisam ser julgadas no momento da contratação, não podendo passar em branco devido a sua grande importância.

Em uma simples conversa pessoal, já é possível observar melhor alguns comportamentos que podem ser favoráveis ou desfavoráveis para o seu negócio. E a maneira mais adequada de perceber isso é por meio de testes de personalidade ou atividades em grupos, por exemplo.

Pessoas que não conseguem trabalhar coletivamente apresentam traços que são bastante visíveis, como nervosismo, ausência de interesse ou até mesmo níveis de ansiedade acima do normal. De qualquer forma, esses gestos precisam ser evitados, o que inclui avaliar bem cada candidato e como eles lidam com suas próprias emoções.

5. Avalie sinais de bom relacionamento

Lidar com pessoas não é e nunca será uma tarefa fácil, principalmente no ambiente de trabalho. Por outro lado, quando se mantém um bom relacionamento com toda sua equipe,  as chances de obter um conflito são menores do que você pode imaginar.

A todo o momento, perceba se você possui certas afinidades com o candidato e se ele é capaz de conviver em grupo facilmente. Se necessário, entre em contato com os seus antigos empregos e pergunte sobre o comportamento dessa pessoa com os demais. Se houve reclamações de mal atendimento, conduta inadequada e assim por diante.

6. Identifique os possíveis talentos

Às vezes, o que estamos procurando está bem debaixo do nosso nariz. Embora seja um ditado popular, o seu significado faz muito sentido em qualquer empresa. Em diversas situações, é necessário observar com mais atenção quais são as pessoas que podem fazer a diferença na sua loja. Investir nos colaboradores que já estão na casa pode ser uma boa estratégia, além de fazer seu pessoal se sentir valorizado.

Outra sugestão para identificar talentos é recorrer às mídias sociais, principalmente ao LinkedIn. Por lá você encontra o mais completo banco de dados profissionais do mundo, atualizado em tempo real pelos próprios usuários. É a tecnologia a serviços dos objetivos da sua empresa.

O LinkedIn é a rede ideal para identificar quem se destaca em determinado setor. Além disso, sempre é bom checar os perfis públicos dos seus potenciais funcionários. Verifique se o que ele apresenta no Facebook, por exemplo, condiz com a postura que ele aparenta nas entrevistas. Informações como essas nunca estarão presentes em um currículo, mas são cruciais para você não apenas identificar pessoas qualificadas, mas conhecer melhor quem vai trabalhar com você.

Como mostramos neste passo a passo, existem várias maneiras de contratar um funcionário que atenda às expectativas da sua loja, sendo ele uma pessoa capacitada que possa agregar conhecimentos e gerar valor para o seu negócio.

Quer ficar por dentro dos melhores conteúdos para ajudá-lo a gerir sua loja de material de construção? Curta a nossa página do Facebook e fique por dentro dos melhores conteúdos para o seu negócio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *