O que é fluxo de caixa e qual a sua importância para a empresa?

Para qualquer empresa, grande ou pequena, que deseja crescer e firmar seu nome no mercado, é importante ter planejamento e metas. Sendo assim, fazer uso de ferramentas para gerir o negócio é vital para o sucesso, pois com elas é possível fazer um bom planejamento e monitorar a execução das metas. O fluxo de caixa é uma dessas ferramentas que podem ajudá-lo a entender como andam as movimentações financeiras da sua empresa e, assim, definir estratégias.

Quer saber o que é fluxo de caixa e qual a sua importância para a empresa? Então continue a leitura e confira, além dessas questões, outras informações que podem ser muito úteis para a gestão e o crescimento de uma empresa.

O que é fluxo de caixa?

Fluxo de caixa é uma das principais ferramentas para auxiliar no controle financeiro do seu negócio. Com ele, é possível saber tudo o que entra e sai de dinheiro, bem como sua origem e destino. Assim, você tem total controle sobre receitas e despesas, e consegue identificar a origem de ambos.

Para que o processo seja mais eficiente, é preciso que todas as entradas ou saídas de dinheiro, por menor que forem, sejam registrada no caixa. Para isso, ter um sistema online que faça a gestão financeira é o melhor investimento. Com ele os registros ficam mais fáceis de serem feitos. Além disso, é possível imprimir relatórios semanais ou mensais do fluxo de caixa, o que não acontece quando é utilizado uma planilha de papel ou do Word, em que tudo é feito manualmente.

A composição do fluxo de caixa varia muito de empresa para empresa. Já que cada uma possui seu foco de negócio. Por exemplo, uma loja de material de construção tem seus itens específicos, bem diferentes aos de uma fabricante de produtos alimentícios.

A importância do fluxo de caixa para a empresa

O fluxo de caixa permite ao gestor ter mais controle sobre a gestão financeira da sua empresa. Abaixo, listamos alguns pontos que nos mostra a sua importância:

Auxilia no gerenciamento de gastos

Ao analisar o fluxo de caixa e perceber que há mais despesas do que lucro, significa que sua empresa está no vermelho. A partir disso, é preciso identificar onde estão os gastos a mais e tentar reduzi-los. O que não seria possível ou se tornaria uma tarefa muito difícil sem essa ferramenta.

Assegura o controle e o retorno financeiro

O fluxo de caixa permite que você saiba, exatamente, para onde está indo o dinheiro e de onde ele está vindo. Dessa forma, é possível saber quanto foi utilizado para pagar as principais despesas como, água, energia, folha de pagamento e reposição de estoque. Além disso, fica mais fácil saber de onde está vindo o dinheiro, ou seja, quais produtos têm mais saída.

Com essa ferramenta, também é possível identificar quais meses tiveram maior receita e, do outro lado, em quais as despesas foram quase equivalentes ao valor das vendas.

Auxílio à tomada de decisão

É possível identificar se há um padrão nas despesas e nos lucros mensais de um ano para o outro. Dessa forma, o fluxo de caixa auxilia na tomada de decisão, seja ela para conter gastos ou para impulsionar as vendas. A quantidade de dados para serem analisados passa a ser um grande diferencial para sua loja. Quanto mais dados significativos forem analisados, melhores são as informações para a tomada de decisão na empresa.

São muitas as vantagens, não é mesmo? Vamos ver agora alguns modelos de fluxo de caixa que podem auxiliá-lo nas suas decisões e no planejamento financeiro.

Fluxo de caixa projetado

Ao ter os relatórios do fluxo de caixa em mãos, você pode obter informações de despesas e entrada de dinheiro por venda de produtos, por exemplo. Fazendo isso, é possível prever como vai ser o fluxo dos próximos meses. Dessa maneira, o gestor pode intervir e fazer mudanças para gerar redução de custos, por exemplo. Já nos meses em que o saldo for positivo, pode-se impulsionar os investimentos.

Como o próprio nome diz, trata-se de uma projeção. Sendo assim, é preciso que, mês a mês, se faça a análise dos relatórios para que a projeção se mantenha atualizada. Os objetivos desse modelo de fluxo de caixa projetado são:

  • controlar as finanças;

  • planejar as atividades do caixa;

  • gerenciar o capital de giro;

  • analisar a liquidez da empresa.

Uma forma de visualizar melhor os seus relatórios de fluxo de caixa projetado é por meio dos gráficos. Neles, é possível visualizar os dados de forma mais clara. Há uma infinidade de análises possíveis, que vão depender dos seus objetivos e dos dados disponíveis.

Fluxo de caixa livre

Outra ferramenta importante é o fluxo de caixa livre. Diferentemente do anterior, ele mostra a receita disponível a curto, médio e longo prazo. Quando falamos em receita disponível, estamos nos referindo ao montante que fica livre após serem feitos todos os pagamentos obrigatórios do mês.

Ao saber o quanto de receita uma empresa poderá ter disponível a cada mês, é possível decidir melhor o destino do dinheiro. Se o objetivo é crescer, um investimento pode ser a melhor alternativa. Mas há também as opções de quitar dívidas ou aplicar no capital da empresa.

Saiba como fazer um fluxo de caixa eficiente

Um fluxo de caixa eficiente não possui apenas as informações de movimentações financeiras relativas às despesas e lucros. Há também os valores de empréstimos e de investimentos. Assim, é possível ter informações mais precisas para realizar uma análise mais completa. Abaixo, seguem algumas práticas fundamentais para uma gestão financeira eficiente.

Faça inventário

Um inventário consiste em um relatório com todos os custos fixos e variáveis, receitas em caixa e recebíveis, levando em consideração determinado período.

Mantenha os dados atualizados

Essa é uma tarefa importante, que precisa ser feita diariamente e com atenção. Afinal, é só com os dados atualizados que os relatórios podem dizer algo relevante sobre a situação de uma empresa. Caso contrário, teremos dados, mas serão falsos ou com margens grandes de erro, que podem prejudicar o controle financeiro.

Defina uma frequência de análise de relatórios

Já falamos que é preciso fazer a análise dos relatórios para verificar como está o lado financeiro da empresa e, assim, tomar decisões e traçar estratégias. Porém, é preciso ressaltar que essa análise deve ser feita com uma frequência preestabelecida. Pode ser semanal, quinzenal ou mensal. Tudo vai depender dos objetivos traçados. O importante é respeitar a frequência para ter um controle efetivo do fluxo de caixa.

Agora que você sabe o que é fluxo de caixa e qual sua importância, está na hora de aplicá-lo à sua empresa. Se quiser saber mais sobre o que pode ser feito para melhorar a gestão financeira da sua loja, assine nossa newsletter e receba os melhores conteúdos sobre gestão de varejo.

 

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *