Gestão de compras e fornecedores: como fazer com eficiência?

Para fazer boas vendas é preciso fazer boas aquisições. Por isso, uma eficiente gestão de compras e fornecedores é a chave para tornar o seu negócio bem-sucedido.

Neste artigo, vamos mostrar como otimizar todo esse trabalho. Você vai ver, por exemplo, como a relação com os seus fornecedores pode impactar desde o atendimento ao cliente até sua capacidade de investimento. Além disso, apresentaremos algumas dicas para você colocar em prática imediatamente e melhorar os seus resultados.

E aí, ficou interessado? Então confira o passo a passo a seguir. Boa leitura!

Antes de tudo, se organize

Para iniciar a otimização do seu trabalho de gestão, é muito importante que você organize todas as informações referentes a seus fornecedores, produtos e, principalmente, a seu estoque.

Manter um banco de dados seguro com esses dados ajuda, por exemplo, a tomar decisões de compra mais efetivas. Além disso, ter métodos bem documentados facilita no bom andamento dos processos. Veja como fazer isso:

Cadastro de fornecedores

É fundamental que você tenha acesso a todas as informações possíveis sobre os seus fornecedores. Além dos dados básicos, é muito importante ter um histórico de compras e saber todos os produtos que ele vende.

Mas, para que todos esses dados constem no seu sistema, você não pode esquecer de indicar o fornecedor ao realizar o cadastro de um produto.

Cadastro de produto

Regra básica: todos os seus produtos devem ser identificados por categoria e marca. Isso vai lhe permitir observar, individualmente, o desempenho geral das vendas por categoria, marca e produto.

Além de saber quais são os itens preferidos dos seus clientes, essa prática possibilita que você invista em um relacionamento com os fornecedores mais vantajoso para o seu comércio.

Controle de estoque

A identificação por categoria mostrará para você quais são os produtos que trazem mais movimento e rentabilidade. Por isso, também é vital que você indique no cadastro os estoques mínimo e máximo de cada produto.

Com o estoque mínimo — também conhecido como estoque de segurança —, você controla suas aquisições para que o produto não fique em falta. Já com o estoque máximo, você evita as compras desnecessárias, garantindo o equilíbrio entre as receitas e despesas.

Tenha uma boa relação com os fornecedores

Conhecer bem os seus fornecedores e investir numa boa relação com eles pode ser crucial para o sucesso do seu estabelecimento. Como fornecedor bom é fornecedor parceiro, separamos algumas dicas para você ter êxito nessa tarefa. Confira:

Como encontrar

Para achar um bom fornecedor, você pode buscar na internet os representantes e distribuidores das grandes marcas. Pode, ainda, ler revistas especializadas e participar de feiras ou eventos do seu setor.

Faça sua pesquisa levando em consideração o seu tipo de segmento. Você quer um distribuidor que traga novidades ou um que venda produtos já estabelecidos? Cada objetivo demanda um fornecedor, bem como uma maneira distinta de negociação.

Como selecionar

Existem várias questões que podem influenciar na escolha de um fornecedor. A seguir, listamos as principais que você deve considerar.

  • Habilidade técnica: o fornecedor é capaz de produzir ou fornecer o produto?

  • Capacidade produtiva: a produção satisfaz a suas necessidades de quantidade e qualidade?

  • Confiabilidade: o fornecedor tem solidez e boa reputação?

  • Pós-venda: ele oferece suporte técnico adequado depois da compra?

  • Localização: o estoque do fornecedor fica próximo a seu estabelecimento?

  • Custo: os preços são justos e competitivos?

Como negociar

Na hora de negociar os preços, evite forçar um ganho excessivo para o seu lado: uma relação de ganha-ganha entre comprador e fornecedor é sempre a melhor opção.

Mostre para o distribuidor como vender na sua loja pode ser interessante. Exiba suas estatísticas de venda e demonstre suas vantagens em relação aos grandes varejistas — ter disponibilidade para receber expositores e materiais de divulgação, por exemplo, pode ser um bom diferencial.

Caso o fornecedor trabalhe com produtos exclusivos, a negociação pode ser um pouco mais trabalhosa. Mas, se você perceber potencial de boas vendas, estude maneiras de estabelecer uma parceria.

Por fim, certifique-se de ter sempre mais de uma opção de fornecedor para os mesmos itens: isso dá a você mais poder de barganha e permite conquistar algumas vantagens ao fechar a compra.

Faça suas compras com inteligência

Um ponto importante da gestão de compras e fornecedores é se programar para adquirir os produtos de acordo com a sua demanda. Para ter sucesso nessa tarefa, siga essas dicas:

Saiba quando e quanto comprar

Lembra daqueles itens que vimos lá no cadastro de produtos e controle de estoque? Pois então, é aqui que todas aquelas informações serão úteis. Somente com um controle eficiente você vai conseguir tomar as decisões corretas na hora da compra.

Identifique quais são os produtos mais vendidos e quite suas compras antes de realizar novos pedidos. Assim, o seu faturamento vai se reverter no capital de giro necessário para que o seu negócio continue saudável e lucrativo.

Por não serem tão procurados, os itens com maior valor de custo e venda podem ser negociados com mais flexibilidade. E uma boa dica é colocar os produtos de alto giro no fundo da loja, destacando no caminho os produtos com maior rentabilidade: assim, antes de encontrar um item de primeira necessidade, o cliente terá acesso a produtos que incutem o desejo de compra.

Cuidado com os grandes descontos

Assim como você age para renovar seus produtos, grandes descontos podem significar que o fornecedor quer se livrar de um estoque encalhado.

Mas o fato de um produto não ter saída no distribuidor não significa, necessariamente, que ele é ruim: às vezes, esse produto pode ser bastante procurado pela sua clientela — e aí, sua compra pode ser bastante vantajosa.

Na dúvida, porém, negocie com o fornecedor uma maneira de devolver os itens e não ter prejuízo caso as vendas não saiam como se espera.

Viu só como é importante fazer uma eficiente gestão de compras e fornecedores? Se você gostou deste artigo e deseja receber mais informações em primeira mão, siga este blog da Deca. Até o próximo artigo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *