Entenda o que é margem e markup e saiba como calculá-los

Com toda a certeza você já se pegou na dúvida de como fazer a precificação dos produtos na sua loja de material de construção, não é?

Esse é um dos principais desafios para os varejistas, pois envolve uma grande quantidade de variáveis, como mercado consumidor, concorrentes e fornecedores. Daí se torna tão importante utilizar ferramentas que auxiliem nessa tarefa, como o markup e a margem.

Apesar de serem métodos simples, o markup e a margem muitas vezes são vistos de maneira errônea, o que faz com que seu uso seja evitado. Daí os cálculos dos preços acabam sendo imprecisos e os lucros se tornam prejuízo.

Por isso é tão importante compreender esses métodos e utilizá-los em sua loja de construção. Quer saber como fazer isso? Então vamos lá!

Diferença entre markup e margem

Antes de mostrar como aplicar essas técnicas no seu empreendimento, é necessário que se compreenda o que são elas e como diferenciá-las.

O markup nada mais é do que um índice utilizado para verificar se o preço do serviço ou produto vendido está fora do que é considerado seu valor ideal. Ele é aplicado ao custo e ao preço correto do produto — o preço ideal é considerado o valor de venda para que se tenha uma determinada margem de lucro.

Assim, obtém-se um lucro em cima do custo do produto ou serviço. Ou seja, o markup é uma simples forma de determinar o preço considerando que se quer obter lucro — já que esse índice é aplicado somente no custo de produção da mercadoria.

Já a margem de lucro nada mais é do que a representação do percentual de lucro líquido em cima do preço de venda do produto ou serviço. Ao contrário do markup, seu cálculo é feito com o preço de venda já formado — e não em cima do custo de produção.

Em outras palavras: o markup é somente um índice para formar o preço da venda, enquanto a margem representa o quanto de lucro foi obtido sobre o produto, já com o seu preço de venda formado.

Enquanto o método da margem bruta, ou margem de contribuição, leva em consideração o ganho em cima do lucro efetivo da venda do produto, o markup usa do custo, já que é um índice para a formação de preço.

Como fazer o cálculo do markup?

Agora que você já conhece as diferenças entre markup e margem de lucro, vamos mostrar como aplicá-los na sua realidade, melhorando a contabilidade da sua empresa.

Como o markup é um percentual aplicado em cima do custo da mercadoria, ele é crucial na precificação dos produtos e serviços. Para fazer o cálculo desse índice são usadas as seguintes variáveis: custo da mercadoria vendida, comissões, imposto sobre a venda, custo fixo e lucro.

Essas variáveis representam as características do produto e, consequentemente, vão influenciar diretamente no seu preço. Após defini-las, é importante escolher qual modelo de markup se vai utilizar: divisor ou multiplicador — o resultado em ambos é o mesmo, o que muda é somente a execução.

Em um markup multiplicador, por exemplo, a fórmula para o cálculo é a seguinte:

Markup multiplicador: 100/[100-(DV+DF+LP)],

onde LP é o lucro pretendido, DV são as despesas variáveis e DF são as despesas fixas.

Vale ressaltar que o valor usado para as variáveis é igual ao que elas equivalem no custo que se teve para adquirir o produto. Assim, o valor obtido deve ser multiplicado a esse custo, obtendo em seguida o preço de venda.

Já o markup divisor possui uma pequena diferença: com ele já se obtém o preço de venda diretamente, sem a necessidade de fazer multiplicações. Sua fórmula é:

Markup divisor: CP/[1-(DV+DF+LP)],

onde CP é o custo do produto. Além disso, nesse caso as variáveis não são percentuais, e sim números fracionados.

Logo, o markup nada mais é do que uma ferramenta de precificação, sendo aplicado sobre o custo do serviço ou produto para a formação do seu preço de venda. Daí sua importância em uma loja de material de construção!

Como fazer o cálculo da margem de lucro?

Como a margem de contribuição representa o lucro sobre a venda do produto ou serviço, seu cálculo deve envolver variáveis que impactam diretamente esse aspecto, além de melhorar a gestão de compras do negócio. São elas: valor das vendas, despesas variáveis e custos variáveis.

Logo, a fórmula será a seguinte:

Margem de lucro = (receita líquida – custos operacionais) / receita líquida

Pela fórmula, pode-se perceber que a margem de lucro nada mais é do que uma relação entre lucro e receita total. Assim, é importante que se conheça essas variáveis, para que elas sejam usadas corretamente no cálculo.

O que representa um custo e o que representa uma despesa na sua loja de material de construção? Pode parecer absurdo à primeira vista, mas esse é um assunto que gera muitas dúvidas!

Os custos são representados pelos gastos que se teve com a aquisição, conversão ou outros procedimentos necessários para se ter o produto ou serviço.

Já as despesas são os valores gastos com bens e serviços relacionados à manutenção da atividade no empreendimento, além dos esforços destinados à obtenção de receitas por meio da venda dos produtos.

Em suma: na sua loja de construção, os custos são os valores pagos pelo transporte das mercadorias, por exemplo. Já as despesas podem ser os gastos com salários dos funcionários.

É importante conhecer a diferença entre as variáveis da fórmula para que se entenda como fazer o cálculo e executá-lo corretamente, evitando problemas que podem levar ao prejuízo do negócio.

O ganho bruto é uma meta a ser fixada no momento da definição do preço na venda dos produtos. Logo, se ela não é conhecida, o lucro está sendo mascarado e, mesmo com um elevado número de vendas, a empresa pode estar no prejuízo.

Percebeu como a margem e o markup são importantes para o seu negócio? Sem eles a precificação não possui uma base, o que acaba levando ao prejuízo pela falta de informações!

Gostou de conhecer mais sobre esse universo dos métodos usados para precificação dos produtos? Quer ficar por dentro de mais novidades como essa? Então nos siga nas redes sociais! Estamos no: Facebook, Instagram, Twitter, Youtube, Pinterest e Linkedin!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *