Como a gestão de compras pode contribuir para o aumento da produtividade e a redução de custos? Entenda!

aumento da produtividade e redução de custos

Ao traçar estratégias para o aumento da produtividade e redução de custos, muitas lojas se esquecem que o setor de compras tem um papel muito importante para atingir esses objetivos. Quando se trata de lojas de materiais de construção, a situação não é diferente.

São diversas atitudes feitas pelo setor de compras que podem contribuir para o bom funcionamento da loja e evitar o desperdício de recursos. Para compreender como uma boa gestão de compras influencia nestes aspectos e como realizá-la, continue a leitura!

O que é gestão de compras?

O setor de compras em uma loja de materiais de construção é responsável pela compra de materiais para revender aos clientes. Ele precisa analisar diversos aspectos para manter a aquisição e a venda equilibrada, além de calcular os custos com estocagem, depreciação, entre outros.

A gestão de compras é o processo estabelecido para realizar essas tarefas da melhor forma possível. Isso inclui, não apenas a compra do material, como também o controle de fornecedores para adquirir bons produtos, a preços competitivos e que agradem aos clientes.

Qual a relação entre a gestão de compras, aumento da produtividade e redução de custos?

Uma vez que a gestão de compras é feita de maneira adequada, é possível aproveitar os recursos que a empresa possui, da melhor forma possível. Isso inclui evitar gastos com materiais adquiridos em excesso, que também podem prejudicar a loja por ocupar o espaço no lugar de outros que têm mais saída.

A gestão também evita que faltem materiais de maior saída, impedindo que os clientes cheguem para comprar o produto e não o encontrem — o que pode fazer com que eles se dirijam ao concorrente. Portanto, ela permite um controle de pedidos mais eficiente e evita tanto o excesso como a falta, visto que ambos podem ocasionar prejuízos para a loja.

Também há o fato de que, na gestão de compras, são analisados dados que auxiliam o setor a prever em quais épocas é vendida uma quantidade maior de materiais e quais são os produtos mais procurados. Com isso, é possível fazer uma previsão de vendas e evitar compras de última hora, que geralmente implicam em condições de pagamento menos flexíveis e valores mais altos.

O aumento da produtividade e a redução de custos acabam sendo um resultado natural, já que são evitadas compras mal programadas e desperdício de estoque. Além disso, quando as necessidades do cliente são supridas, é mais fácil fidelizá-los, gerando mais compras e lucros no futuro.

Como começar a fazer a gestão de compras na sua loja?

Agora que você já sabe como o aumento da produtividade e a redução de custos estão interligados com a gestão de compras, basta começar a implementar esse processo em sua loja. Para te ajudar, separamos algumas dicas.

Otimize a organização do setor

Para começar, é importante coletar e analisar dados para organizar as informações. É imprescindível que alguém tenha essa responsabilidade, seja um funcionário específico ou um setor de compras dentro da loja. O responsável por realizar a gestão deve seguir regras e boas práticas usadas como diretivas, de modo que o processo seja padronizado.

Analise o fluxo de vendas

Manter um histórico de vendas ajuda a tomar decisões futuras com mais propriedade e também encontrar soluções para possíveis problemas, além de evitar que eles ocorram. Sendo assim, o primeiro passo é acessar e controlar os dados fornecidos pelo setor de vendas. Quantas bacias foram vendidas? Quais modelos têm maior saída? Quais datas são mais movimentadas e quais são mais paradas?

Todas essas questões podem fazer com que sejam elaboradas estratégias para manter a produtividade e o fluxo de caixa positivo. Que tal montar uma boa promoção de um produto no período de menor movimento? Isso pode ajudar a evitar grandes impactos financeiros.

Outra opção é fazer uma queima de estoques quando os produtos estiverem parados por muito tempo. Além de atrair clientes, este tipo de ação também ajuda a liberar espaço no estoque e evita que o capital fique parado.

Para tornar este controle mais simples e mais fácil de acessar, é possível utilizar ferramentas como planilhas e softwares. No entanto, é importante que, além de implantar essa ação, ela seja mantida e regularmente analisada, uma vez que o mercado está em constante mudança.

Faça o gerenciamento de fornecedores

Gerenciar estrategicamente os fornecedores é um dos fatores que mais beneficiam a redução de custo. Isso porque, ao ter um controle sobre as empresas que fornecem os serviços e analisar os preços disponibilizados, o controle dos prazos e estabelecer parcerias que podem ser vantajosas.

Para fazer essa gestão, faça uma lista com o cadastro dos fornecedores. Depois, insira as avaliações referentes aos serviços que eles realizam para a sua loja. Assim como no fluxo de vendas, a tecnologia é uma grande aliada para manter esses dados atualizados mais facilmente por meio de planilhas ou softwares.

Faça um diagnóstico do processo de aquisição de produtos

Com os dados do fluxo de vendas e da gestão de fornecedores em mãos, é possível traçar um diagnóstico e verificar pontos fortes e fracos, analisar oportunidades que possam melhorar a produtividade da empresa e também reduzir os gastos desnecessários.

Por sua vez, esse diagnóstico possibilita que seja criado um plano de ação para atingir cada um desses objetivos. Se for identificado que há um histórico no atraso das entregas de um determinado fornecedor, por exemplo, é possível procurar por outro que o substitua e evitar prejuízos.

Analise os Resultados

Além de coletar as informações e propor melhorias, uma boa gestão de compras só pode ser aprimorada por meio da análise dos resultados. Quando uma mudança é realizada, é preciso ficar atento para verificar se ela surtiu os efeitos desejados. Caso o resultado seja negativo, é necessário trabalhar em outra estratégia, até que se encontre as melhores soluções específicas para a sua loja.

Como você pode perceber, a gestão de compras eficiente tem uma relação muito grande com o aumento da produtividade e redução de custos. Sendo assim, se no seu estabelecimento este processo ainda não é feito, é importante pensar seriamente em adotá-lo.

O artigo foi útil para você? Compartilhe-o em suas redes sociais para que outras pessoas possam ter acesso a essas informações e se beneficiar delas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *