9 dicas para diminuir os riscos na negociação com fornecedores

negociação com fornecedores

Entregas fora do prazo, mercadorias com a qualidade muito abaixo do que se esperava, políticas de troca pouco transparentes, entre outros problemas, podem colocar em risco a operação da sua loja, caso a negociação com fornecedores não seja feita de forma adequada.

É preciso que o seu setor de compras tenha em mente que deve buscar verdadeiros parceiros de negócio para que a sua empresa consiga ter ganhos reais e manter um bom relacionamento, tanto com os fornecedores quanto com o cliente final.

Para fazer uma boa gestão dessa cadeia, portanto, é necessário que haja confiança, flexibilidade, clareza e muita pesquisa antes de escolher quem serão os seus parceiros.

Neste artigo, vamos detalhar 9 dicas de como reduzir os riscos na negociação com fornecedores para que todos tenham vantagens em suas transações. Confira!

1. Definição clara de prazos, preços e formas de pagamento

A transparência deve prevalecer logo nos primeiros contatos com o fornecedor. Nesse sentido, é fundamental que ambas as partes sejam transparentes ao expor as suas expectativas com a transação. De um lado, o lojista deve mostrar qual a sua capacidade de compra e de pagamento das mercadorias pedidas e qual a melhor forma de recebê-las para que não tenha problemas no estoque.

Por outro lado, cabe ao fornecedor analisar de que forma pode atender às necessidades do cliente, transparecendo como deve ser feita a negociação para que não haja falhas nas entregas. Assim, todos conhecerão os seus limites e reduzirão as chances de frustrações.

2. Flexibilidade e parceria na negociação com fornecedores

Antigamente, era mais comum que as negociações tivessem com base a vantagem de uma empresa sobre a outra. Todos lutavam, então, para conseguir o melhor para si, sem importar se isso poderia causar algum dano ao fornecedor ou ao comprador. Hoje em dia, já se percebeu que os relacionamentos de parceria de negócios são mais benéficos para todos.

O ideal, portanto, é que a transação seja flexível em busca de um consenso em que todos saiam ganhando. Isso pode se dar na flexibilização das formas de pagamentos, dos prazos de entrega ou das quantidades compradas.

O relacionamento com o fornecedor também pode ser aprofundado à medida que você reconhece a importância do parceiro para o seu negócio. Essa valorização permite que as relações entre vocês sejam mais seguras, estimulando negociações mais vantajosas no futuro.

3. Uso da tecnologia para a otimização das compras

Há muitas formas de usar a tecnologia para ajudar na negociação com fornecedores, otimizando os processos e acelerando o fluxo. Uma delas é o uso de sistemas de gestão de estoque, que pode ser integrado ao setor de compras, facilitando a relação entre as necessidades da loja e os pedidos feitos aos fornecedores.

É possível, ainda, agilizar a formalização de contratos com os parceiros de negócios com o uso de softwares de gerenciamento de compras e de assinaturas eletrônicas. A tecnologia ainda pode estar presente na realização de reuniões por meio de videochamadas, reduzindo o tempo gasto com encontros e tornando as transações mais ágeis.

4. Busca por alternativas

Dificilmente sua loja terá boas condições de entendimento se houver apenas um fornecedor para os produtos oferecidos ao cliente. Isso porque você poderá ficar sem alternativas, caso haja algum problema no fornecimento daquelas mercadorias, além de reduzir as margens de negociação de preços, prazos e formas de pagamento.

5. Construção de relações duradouras

Uma vez que você encontra um fornecedor que atende às suas necessidades e é flexível com relação às mudanças nas condições de pagamento ou de prazos de entrega, procure manter com ele um relacionamento duradouro. Você verá que os laços de confiança mútua serão fortalecidos, tornando as transações mais fáceis de serem realizadas.

6. Atenção às oportunidades

Muitas vezes, os fornecedores precisam negociar mais rapidamente uma mercadoria para abrir espaço no estoque ou para a troca dele por outros modelos, por exemplo. Nesses casos, ele costuma oferecer vantagens na compra, como preços mais acessíveis. Ao fazer esse tipo de negociação, você obterá vantagens, podendo realizar promoções especiais em sua loja, e ainda estreitará o relacionamento com o parceiro.

Sendo assim, sempre que estiver diante de uma oportunidade como essa, faça uma análise do seu estoque e das suas possibilidades de pagamento, além de avaliar o seu público para entender se o produto terá a saída esperada. Caso a resposta seja positiva, não hesite em fechar negócio com o parceiro, mesmo que ele esteja fora do planejamento de compras da loja.

7. Fechamento de contratos mais longos

A estabilidade nas negociações pode ser benéfica tanto para a sua empresa quanto para o fornecedor. Por isso, se houver vantagens na possibilidade de fechar contratos de longo prazo, certamente a solução dará a você um poder maior de negociação.

Além disso, com contratos mais duradouros, os preços tendem a flutuar menos, favorecendo o seu planejamento financeiro. Por fim, os riscos de perder o fornecedor para a concorrência também diminuem.

8. Fechamento de compras maiores

Comprar quantidades maiores do mesmo produto favorece a negociação com fornecedores, principalmente em relação à redução de preços. Mas antes de fazer isso, é preciso que você avalie bem a capacidade de armazenagem em sua loja, a rotatividade do produto e a sua possibilidade de investimento naquele período.

9. Priorização do pagamento à vista

Você terá muito mais chances de obter descontos vantajosos se puder fechar negócios com seus fornecedores realizando o pagamento à vista. Mas antes de realizar a compra, é preciso que você tenha a certeza de que o retorno sobre esse investimento terá a velocidade que espera, sem que a mercadoria fique parada no estoque por muito tempo.

Mais do que isso, a estratégia de pagar à vista tem mais garantias se você já conhecer o produto e tiver certeza de sua qualidade e do reconhecimento do seu cliente. Assim, haverá menos chances de seus recursos ficarem “empatados” no estoque.

Ao seguir essas dicas, a negociação com fornecedores em sua loja certamente será mais vantajosa para ambas as partes e reduzirá os riscos de falhas no processo. Por consequência, as suas chances de aumentar as vendas e a rentabilidade serão maiores, ampliando, inclusive, a satisfação dos seus clientes com as mercadorias oferecidas a eles.

Quer aprofundar mais o assunto e melhorar a sua relação com os parceiros de negócios? Leia, também, o artigo que descreve como funciona a chamada negociação ganha-ganha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *