6 dicas de produtividade para você ter uma rotina de alta performance

A competitividade intensa no varejo exige das pequenas e médias empresas uma postura de busca constante por aperfeiçoamento e pelos diferenciais ante a concorrência. Mas como entregar o serviço esperado pelo cliente quando se tem uma equipe de colaboradores enxuta e, ao mesmo tempo, uma alta demanda por produtividade? O segredo está em reconhecer as habilidades individuais de seus colaboradores e tirar proveito dos dados que a empresa possui.

Quais informações sua loja de materiais de construção tem em mãos e que podem ser utilizadas em um plano estratégico? É hora de reuni-las, porque elas permitirão adotar práticas diárias para aumentar a performance do seu time.

Sabe aquela sensação ruim de que o dia de trabalho passou e você, apesar da exaustão, não deu conta de tudo o que precisava ser feito? Acabe com isso! Neste post reunimos as 6 melhores dicas de produtividade, para você criar uma rotina de alta performance.

1. Defina quais são as prioridades

Por menor que seja o número de estímulos disponível em um ambiente produtivo, é possível se distrair e perder o foco durante a rotina de trabalho. Para criar um time de alta performance, a primeira dica de produtividade é não tentar dar conta de todas as tarefas ao mesmo tempo. Vale lembrar do ditado: às vezes, menos é mais.

Gestor e equipe devem analisar sua lista de tarefas e decidir quais delas são as mais relevantes — busque focar em duas, no máximo três de cada vez. Ao definir prioridades, fique de olho nos prazos de entrega de cada processo. Dê enfoque para aqueles que precisam ser concluídos o quanto antes.

Para criar uma rotina ainda mais efetiva, você pode separar todas as tarefas prioritárias do mês e, em seguida, dividi-las semanalmente. Por fim, selecione qual trabalho será feito no dia a dia. Assim, fica mais fácil saber o que deve ser concluído primeiro, evitando desperdiçar o tempo útil do time, que pode ser investido em atividades de cunho estratégico.

2. Adote hábitos saudáveis

Para transformar seus novos hábitos em práticas duradouras, é preciso criar uma rotina de ações positivas.  Quando você transforma uma mudança em um hábito diário, garante que os novos comportamentos se tornarão automáticos, sem ser necessário se desgastar para ter uma rotina produtiva.

No começo, mudar seus costumes exigirá bastante força de vontade. Mas, uma vez que você assume as novas práticas e aplica-as no dia a dia, a produtividade é otimizada e os resultados vêm a curto prazo.

Mas não basta apenas definir novos hábitos no ambiente de trabalho. É claro que se organizar, definir prioridades e dar conta das tarefas diárias é essencial, mas a mudança deve ir além, abarcando sua vida pessoal.

Levar o trabalho para casa pode ser um incômodo. Mas não quando sua preocupação é comer melhor, fazer exercícios físicos e definir uma agenda para organizar suas obrigações. Hábitos saudáveis permitem que gestor e equipe fiquem mais dispostos, aumentando sua produtividade e sua satisfação.

3. Abra os canais de comunicação

A terceira das dicas de produtividade depende principalmente do esforço do gestor. Uma equipe não pode trabalhar em alta performance se não há uma comunicação eficiente entre as partes.

Muitos gestores ainda insistem em posturas autoritárias e de microgerenciamento, mas saiba que essas práticas já estão em desuso nas corporações mais modernas! Um bom chefe é, antes de tudo, um líder, que encoraja a participação efetiva de seus colaboradores nas decisões e busca aproveitar ao máximo seus talentos.

Não caia na cilada de ser um chefe tradicional! Prefira ouvir os comentários dos funcionários da sua loja de material de construção. Dessa relação podem surgir ótimas ideias. Também não se acanhe na hora de dar feedbacks. Sem um retorno, os colaboradores têm mais dificuldade para identificar quais ações estão surtindo efeito positivo e quais atitudes precisam ser readaptadas.

4. Realize uma análise de dados

Por menor que seja, toda empresa possui, ou deveria possuir, um banco para o registro de informações. Hábitos de compra dos clientes, dados das operações financeiras, relatórios acerca da movimentação do mercado e registros dos colaboradores devem fazer parte desse armazenamento. Reunidas as informações, como tirar proveito delas?

Para utilizar os registros da companhia nas tomadas de decisão e favorecer a produtividade, é necessário realizar uma análise de dados. A centralização dessas informações permitirá agilizar o trabalho da equipe.

Por exemplo: se o gestor mantém um registro com o tíquete médio gasto por cliente e suas preferências, esses dados podem ser aplicados cada vez que o consumidor for à sua loja de materiais de construção. Com o histórico de compras do cliente em mãos, fica mais fácil solucionar os problemas desse comprador e sugerir os melhores produtos.

A equipe trabalha mais rápido quando tem à sua disposição registros completos. O cliente sai mais satisfeito, com suas questões solucionadas, e toda a dinâmica do comércio é otimizada. É claro que a tecnologia é o canal ideal para gerenciar esses dados e agilizar seus processos!

5. Saiba o que está em suas mãos

O mundo globalizado promove integração e facilita o trabalho, mas também é gerador de intensa ansiedade. É difícil aceitar que algumas ações fogem ao nosso controle e que não temos autonomia sobre tudo o que nos cerca, não é?

Na hora de executar seus projetos, trabalhe com o máximo de performance possível e realize tudo o que estiver ao seu alcance. No entanto, não se frustre caso algo fuja do planejado. Em suma: algumas coisas não podem ser controladas. Saiba que elas podem ser resolvidas amanhã.

É essencial se blindar dos erros e fazer o que estiver dentro das possibilidades para afastar os empecilhos. Mas a realidade é que não é possível controlar todo e qualquer processo.

6. Mantenha um ambiente de trabalho saudável

Se time e gestor estão desmotivados, é impossível trabalhar bem e entregar o máximo de produtividade. O primeiro passo foi dado para criar um bom ambiente de trabalho: você abriu os canais de comunicação. Mas e agora?

Baixas na motivação do time são perfeitamente compreensíveis e naturais. Mas contorná-las não precisa ser uma dor de cabeça. Tanto a equipe quanto o próprio empreendedor podem se sentir mais motivados participando de cursos, palestras e especializações.

Estar atualizado em seu mercado de atuação mantém os ânimos carregados e dá a confiança necessária para o profissional desempenhar suas funções. Especialize-se e conte com as nossas dicas de produtividade para melhorar sua performance! Aproveite para dividir essas orientações com seus amigos: compartilhe este post nas suas redes sociais!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *