5 sistemas de gerenciamento de estoque que você precisa conhecer

Quem possui empresa sabe que há alguns pontos fundamentais, merecedores de atenção especial. Um desses pontos é o estoque. Uma empresa de material de construção, por exemplo, economiza dinheiro e tempo com seu estoque bem gerenciado. Além disso, fica mais fácil saber quais produtos têm mais saída. Para agilizar esse processo e turbinar a gestão da sua loja, a melhor escolha é usar um bom sistema de gerenciamento de estoque.

Porém, o que geralmente acontece é: as empresas, principalmente as pequenas, fazem o gerenciamento de estoque de forma manual, o que pode gerar alguns transtornos. Descubra quais são esses problemas e a importância de ter um software para gerenciamento de estoque, tanto para pequenas quanto para grandes empresas do setor varejista. Além disso, conheça alguns sistemas disponíveis para fazer esse gerenciamento.

Acompanhe!

O que é e para que serve um controle de estoque?

Em poucas palavras, o controle de estoque é um procedimento sistemático que registra, fiscaliza e gerencia a entrada e saída de produtos. Ou seja, é o controle de tudo que entra e sai de um estoque. A partir dele é possível ter alguns dados, como:

  • produtos mais vendidos;
  • produtos menos vendidos;
  • montante investido com estoque;
  • estimativas de vendas;
  • estimativas de pedidos futuros com os fornecedores;
  • informações diversas sobre o processo de compra.

Diante de tantos benefícios, podemos perceber como o controle de estoque é essencial. E o mais interessante: ele não serve apenas para grandes lojas. As menores também devem fazer o seu controle.

Há diferentes formas de fazer o controle de estoque. Podemos dividi-las em: manual e via software. A forma manual se dá, geralmente, mediante o preenchimento de planilhas de papel, daquelas presas em pranchetas. Essa prática é a mais comum entre as lojas menores. Mas é aí que vive o problema.

Gerenciar o estoque por esse método não é a melhor alternativa. Mesmo em um pequeno estabelecimento, o ideal seria fazer esse gerenciamento de forma automatizada. O processo manual é mais suscetível a erros; erros que custam dinheiro.

O gerenciamento via software, por outro lado, previne bastante a ocorrência de erros humanos e economiza o tempo do profissional que cuida do estoque. Mas não para por aí. A seguir, veremos mais vantagens dos sistemas de gerenciamento de estoque. Confira!

Vantagens dos sistemas de gerenciamento de estoque

Otimização de processos

Com todo seu estoque controlado por um sistema, fica mais fácil gerir a quantidade de cada produto; será o adeus às planilhas! Além disso, a automação do estoque reduz o tempo para a contagem de mercadorias. O próprio programa registra a saída e entrada de produtos, ajustando-os à quantidade total.

Imagine ter que contar e recontar todo o estoque de pias ou vasos sanitários movimentados em uma semana de movimento normal na sua loja? Complicado, não é mesmo? Com o sistema, você só precisa registrar a entrada e saída dos itens, pois a recontagem é automática.

Aumento da produtividade

Otimizar processos é aumentar a produtividade da equipe, já que o tempo que se gastaria para contar estoque, anotar e fazer as contas necessárias é reduzido para a simples função de dar entrada e saída de produtos. Aliás, a saída do produto, dependendo do software, é feita de forma automática quando acontece uma venda. Ou seja, menos um processo para dar conta, o que significa otimização do trabalho.

Outro ponto que resulta em ganho de produtividade é a redução dos erros. Se não há erros, não há recontagem de estoque. Logo, há mais tempo para fazer outras tarefas do dia a dia da empresa.

Mais organização

Um sistema de controle de estoque vai reduzir a quantidade de folhas de papel e proporcionar mais organização. Tudo o que precisar saber em relação ao estoque estará no programa. É só escolher um dos itens do menu.

Um sistema poderá ter as seguintes funções:

  • guardar e calcular automaticamente o valor total dos produtos;
  • informar a quantidade dos produtos em estoque;
  • sinalizar a falta de alguma mercadoria;
  • dar saída automática dos produtos a partir das vendas.

Ou seja, seu gerenciamento de estoque ficará mais organizado e com menos prejuízos.

Como escolher um software de gerenciamento de estoque?

Agora vem a parte que exige mais atenção: escolher um sistema de gerenciamento adequado à sua empresa. Há vários sistemas com essa finalidade, porém cada empresa possui suas especificidades e necessidades próprias.

Uma loja de material de construção civil, por exemplo, vai necessitar que o sistema tenha a opção de cadastro de medidas em unidades e em metros quadrados. Para auxiliá-lo, vamos ver alguns pontos que devem ser levados em consideração no momento de escolha do sistema.

Orçamento

Escolha um software que esteja dentro do orçamento da sua empresa, pois não é viável querer melhorar o gerenciamento de estoque e ficar no vermelho por conta disso.

Funcionalidades

Entenda o sistema e perceba se ele possui as funcionalidades que sua loja necessita. Ou que, pelo menos, elas sejam adaptáveis à sua empresa. Ou seja, se sua loja precisa que o sistema dê entrada nos produtos, mostre a quantidade de mercadoria em estoque junto com seu valor total e, ainda, emita relatórios, então busque por um sistema que atenda a esses pontos.

Compatibilidade

Outro ponto a ser verificado com a empresa que desenvolve o sistema de gerenciamento de estoque: se ele é compatível com os computadores da sua loja. Dessa forma, evita-se que haja gastos desnecessários com novos computadores.

Suporte

Verifique também se a empresa fornecedora do sistema oferece um bom suporte ao usuário. Assim, as eventuais dúvidas ou dificuldades com o sistema ficam mais fácil de serem sanadas.

5 sistemas de gerenciamento de estoque para você conhecer

Agora que já sabemos o que é um gerenciador de estoque e o quanto ele é importante para a organização e automação de uma empresa, vejamos alguns exemplos de gerenciadores. Confira!

1. Conta Azul

Esse é um sistema online, ou seja, você pode acessá-lo de qualquer lugar, desde que haja conexão com internet. O Conta Azul conta com recursos de alimentação automática do estoque, inserindo compra de mercadoria, inventário e cadastro de produtos, de forma intuitiva, no sistema. É possível fazer um teste gratuito para conhecer melhor suas funcionalidades.

2. Easystore

Um sistema intuitivo de usar e com uma interface não tão robusta. O Easystore integra o controle de estoque com o financeiro e possui recursos de cadastro de produtos, clientes e fornecedores.

3. Gran Money

O Gran Money é um sistema de gestão empresarial que também tem a função de controle de estoque. O sistema é disponível para mobile, ou seja, você pode acessá-lo do seu smartphone.

4. GestãoClick

Esse é um sistema completo para o controle de estoque da sua loja. Com o GestãoClick, é possível gerenciar produtos, pedidos, compras, movimentações, transferências, relatórios, cadastro de fornecedores e muito mais.

5. Lexos

Lexos é um sistema de gerenciamento de estoques bem completo, reunindo vendas, compras e muito mais. Ele possui uma interface amigável e intuitiva de se usar. É possível até fazer impressão de etiquetas.

Gostou dessas dicas e quer ficar sabendo de mais informações sobre esse assunto? Então, assine nossa newsletter e acompanhe todas as nossas postagens.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *